Edição nº 95 - Jan/Fev / 2022

Cultivo da palmeira juçara gera renda e protege espécie ameaçada


28 de junho de 2022

 

 

Quando a família de Emerson Miranda adquiriu uma propriedade de 15 hectares em Santa Teresa, município distante cerca de 70 quilômetros da capital, Vitória, o cenário era muito diferente do que é hoje. O local era repleto de bananeiras, laranjeiras e 13 mil pés de café. A mata nativa se resumia a apenas um hectare.

Em 1990, Emerson e a esposa, Viviane Lopes, iniciaram o processo de recuperação da mata nativa. “A gente queria devolver a floresta para a natureza”, conta.

Hoje o sítio Rancho Fundo conta com mais de 10 hectares - o equivalente a 10 campos de futebol - de vegetação nativa. O caminho para o reflorestamento foi o plantio da palmeira juçara, espécie nativa da Mata Atlântica, similar ao açaizeiro, natural da Amazônia. Atualmente, a propriedade possui mais de 400 pés da juçara registrados no Programa Estadual de Ampliação da Cobertura Vegetal, o Reflorestar, da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Seama). Além disso, ostenta mais de 20 mil pés fora do programa.

 

 

Leia + ................................................... Todas as Notícias

 

 

 

 

 

         
 

 

____________________________________________________________________________________

 

 

Rua Marília Rezende Scarton Coutinho 160, Sala 01 | Enseada do Suá - Vitória/ES - Cep: 29050-410

(27) 3324 5986 / (27) 99830 9621 | cedagro@cedagro.org.br | webmail